top of page

TiliT News | Abril-2024 - Edição # 018





A TiliT Group, em parceria com o artista Luiz Bhittencourt, inicia a partir desta edição do TiliT News, a contar um pouco da história deste artista joseense que completou em outubro de 2023 Bodas de Prata em sua carreira de artista, que ao longo desses 25 anos possui obras em 27 países pelo mundo.

Suas obras estão em Instituições e Organizações importantes e em muitas coleções particulares de arte. Desde 2022, a TiliT Group expõe algumas destas obras em suas instalações no 12º andar.


Nesta edição, apresentamos uma crítica que Bhittencourt recebeu de sua arte:



INTERAGINDO COM AS JANELAS


Na série, Janelas e Percepção, Luiz Bhittencourt nos revela mais que traços e cores. O artista reflete em suas obras o contraditório e o heterogêneo: cores duras contrastam com a fragilidade de outras sutis como se o sangue transbordasse no branco revelando as várias nuances da vida.


O interessante nestas obras, é poder interagir com a arte, e Luiz Bhittencourt nos dá essa oportunidade. Observando as janelas podemos decidir se queremos ultrapassar “uma janela” para dentro, para o escuro... Ali podemos vivenciar nossas fantasias e o desconhecido. Você tem coragem de se atirar para dentro da janela? Ou vai ficar nem dentro nem fora, entre a luz e a escuridão?


O outro lado, desconhecido, é o nosso mundo interior sombrio (ou não), é onde nosso “eu” pode se expor sem medo de julgamentos, sem conceitos pré-estabelecidos. A liberdade está lá. As flores e a natureza nas janelas parecem camuflar e proteger a intimidade de olhares “voyeurs”.


O artista mostra-se – a meu ver – em cores vibrantes, alegres, muitas vezes isoladas como se ali houvesse um misto de segregação não pretendendo entrar em contato com a dor. Um olhar mais atento às suas obras, percebemos lacunas e espaços vazios que remetem à solidão, como um elemento único perdido em um lugar que não lhe pertence.


Nada, nada “nestas obras passa em branco” Note-se que algumas janelas são abertas para a vida e para a luz, outras meio abertas e outras envidraçadas... e fica aqui o alerta: atirar-se numa vidraça tem seus riscos e consequências. Quem vai juntar seus cacos? Você é capaz? Prudência ao escolher sua janela: observe e avalie; e se você tiver coragem, ousadia e atrevimento, atire-se para dentro, bata de frente e encare seus monstros sem medo e recolha seus cacos. Depois disso pode pular a janela para fora! Você terá dado um passo para a liberdade.


Mas não são só janelas nas obras de Luiz Bhittencourt: observando atentamente, figuras humanas se confundem com as janelas, mas o mais intrigante são detalhes que remetem à infância através de roupinhas, objetos lúdicos e figuras infantis, e nesse sentido essa infância não faz parte do cotidiano “como um todo” dessas janelas; são detalhes da obra, isolados, perdidos, sem muito contato com a obra em si. O artista não inseriu a infância como fazendo parte do cotidiano “das janelas”, ela está segregada em pequenos espaços, pelos cantos...


A percepção de cada um em relação às obras é individual e única. A série “Janelas e Percepção” traz para o observador a oportunidade de refletir e criar sua própria percepção em cada detalhe projetando na obra suas convicções.


Quer visualizar luz além da janela que escolheu? Vá em frente! O seu olhar é individual e único! E, se por enquanto não for o momento certo de pular a janela, não se apresse, você saberá a hora certa de enfrentar seus monstros e seus medos. E como raramente ficamos totalmente dentro ou fora, vamos “ficando na janela” perdendo a chance de explorar os conteúdos de nossas mentes.


Janelas, ah as janelas misteriosas, receptivas, atraentes, que guardam segredos inconfessáveis e tão suscetíveis às interferências lá de fora...


Vamos, decida-se! Qual janela você escolhe? Vai ficar “na janela” ou vai pular para o escuro?


Escrito por: BALBINA DA CONCEIÇÃO VALDIVIA HERNENDEZ

Psicóloga Clínica; Formada pela Universidade de Guarulhos, SP;



Quer conhecer mais destas fantásticas e encantadoras obras de arte?! Venha tomar um café na TiliT Group – 12º andar!


Respeito e Responsabilidade

Escrito por: Perky Ibarra

Fundador e Diretor do Instituto Champrett


A maioria das pessoas já deve ter ouvido as expressões “Respeito é bom e eu gosto!”, e de nossos pais “Filho, seja responsável!”. De fato, todos gostam de respeito e responsabilidade, e esses são dois valores humanos morais fundamentais para uma boa convivência harmoniosa. Afinal, o que significam e como podemos praticá-los bem?


Respeito é perceber e considerar as diferenças. Note que não afirmamos aceitar – o que é bem diferente. Considerar significa que ouvimos e avaliamos algo antes de tomar uma decisão. Para praticar o respeito é importante passar por pelo menos 3 passos:

  1. PERCEBER que há diferenças. Às vezes podemos estar tão convictos sobre algo que nem notamos que há outras realidades;

  2. Entender que PODE haver diferenças. As pessoas têm o direito de serem ou pensarem diferente, de fazerem escolhas distintas, desde que dentro da lei e das normas em vigor;

  3. Aprender que a DIVERSIDADE (com respeito) pode ser algo muito bom. Onde há opressão, há medo e silêncio. Onde há abertura, há ideias e inovação.


Responsabilidade significa ter a habilidade de responder pelas suas ações. Ter responsabilidade implica em 3 pontos principais. Vejamos um exemplo de uma ação que tenha sido incorreta:

  1. Reconhecer imediatamente que fez a ação;

  2. Em seguida pedir sinceras desculpas e;

  3. Ajudar a corrigir a situação.


O mundo seria tão melhor se todos agissem assim... Infelizmente é comum vermos pessoas que não reconhecem que erraram, tentam ofuscar a situação, ou pior, tratam de passar a responsabilidade a outros.


Qualquer bom gestor apreciaria muito que um colaborador dissesse prontamente que errou, pedisse desculpas e se oferecesse para sanar o problema causado. Esse comportamento constrói confiança – base para bons relacionamentos.


Lembre: cedo ou tarde, de um modo ou de outro, a verdade sempre aparece e prevalece. Quando aparecer e for diferente do que o que foi dito, aí fica feio e muito prejuízo desnecessário pode ter sido causado. “A mentira tem pernas curtas.”


Seja um bom exemplo de respeito e responsabilidade. Seu comportamento consistente assim na prática será o fator mais relevante para ajudar outras pessoas ao seu redor a serem assim também, principalmente as pessoas mais queridas e os seus colaboradores.



COMUNIDADE
CLIENTES TILIT GROUP

A cada edição deste boletim informativo apresentamos empresas da comunidade de clientes TiliT que permitirem previamente essa divulgação.

A intenção é que cada leitor possa saber quem são os clientes da TiliT e o que fazem.


A seguir:








@luizbhittencourtoficial












Boas práticas relacionadas à Educação do Caráter vivenciadas na TiliT Group no mês de Março

Dia Internacional da Mulher

Para comemorar esse dia especial, neste ano a sugestão do RH da TiliT foi encomendar estojos personalizados com o nome de todas as colaboradoras, incluindo também para as clientes mulheres um mimo especial.
Além disso, oferecemos nos Espaços Café diversos sucos e bolos em todos os andares. Alguns clientes também presentearam as meninas com flores e chocolates.
A diretoria da TiliT comprou algumas almofadas para a sala de descanso, para que na hora da soneca todas se sintam mais confortáveis. A equipe amou e foi um dia bem alegre e gratificante.


Valores Humanos Desenvolvidos:

  • Bondade

  • Gentileza

  • Gratidão

  • Reconhecimento

  • Respeito

Competências Socioemocionais Envolvidas:

  • Consciência Social

  • Habilidades de relacionamento



Comments


bottom of page